sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Filhos da Insônia

Nascem de mim, dois filhos da insônia: A Antropologia do Inenárravel e A Arqueologia de Anotações! Meus filhos, frutos da ausência de Morpheus, são feitos de papel. Nascem e crescem no solo fértil da minha alma. Enclausurados, moram em meu ventre, libertos, voam dentro de mim doces libélulas sem dono!!


D.

Nenhum comentário: