sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Milagres de papel




olha atentamente na folha em que escreves,
nas linhas perdidas em que milagrosamente surgem teus versos..
Tu dá vida às folhas brancas, poeta!



Nenhum comentário: