terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Dispersões enquanto durmo

E as libélulas que voam livres,
tão sutis,
no azul;
foguetes de transportar o peso da leveza..



Nenhum comentário: