quarta-feira, 27 de abril de 2011

No jardim de Monet eu escrevo




Que faço contigo agora, já que és a lua,
as flores, a noite, os cachorros,
 todos os amigos??



E se as flores murcharem, meu amor??
que faço??
desenho-te pétala na pele?
ou busco-te no jardim de mim?


E as magnólias no vaso da sala..
olham-me agora..absortas
cataventos de pétalas
onde pousam tuas mãos de veludo..


Giverny, abril-maio/2011

Nenhum comentário: