sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Vida






Eu quero uma vida tão efêmera,
tão fugidia -
definitivamente uma vida levada!
 E será preciso buscá-la..
 a cada hora..  
na esquina de casa..
lá onde vivem as nuvens!!



Um comentário:

Cris Baumann disse...

Que coisa lindinha. É a libertação!