segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Das horas gastas




E eu fico pensando em todas as horas que perdi,
horas gastas,
horas jogadas pelo chão como pequenos outonos incandescentes.
Horas impróprias.. porque tu não estavas..
E então eu me pergunto em que mundo inquieto nos habitávamos
que não nos era possível enxergarmo-nos..
Em que mundo estranho e sem cor eu morava sem a presença da tua boca, amor??


Cupido e Psique - Claude Augustin



Nenhum comentário: