quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Mantra do amor enfurecido




Enfurecer-te com repetiçoes intermináveis..
Amo-te, amo-te, amo-te.
Amo-te pela casa, ouvidos, paredes.
Amo-te escrito na pele, no céu, na brisa colorida.
Amo-te em todas as pipas soltas no vento.
Amo-te ilustrando todos os muros da cidade. 
Amo-te tatuado na pupila do meu olho.
Amo-te escrito em tudo o que tu vês..
E por amar-te tanto, amado, 
amo-te sempre e amo-te mais..



Nenhum comentário: