sexta-feira, 6 de abril de 2012

Poema para Marcelo




Mas afinal quem era Marcelo??
Uma multidão de gente??
As conchas e peixes todos?
Um mar de perdidas Javas e Atlântidas?
Ou as  pedras e o cais,
mananciais de versos e poemas de sal?

Marcelo é multidão.
É mar de gente
E é outro e depois outro misturado
Marcelo é muito
É nuvem
Pássaro
Árvore

Será gente??
Marcelo é gente não..
Marcelo é mar
Mar..
Marcelo é feito de água e alma.
é azul.
lágrima fugidia.
letra quieta.
Poema.
poema de mar..
mar de poema.
Marcelo é mar.
Mar vestido de gente
Ou gente vestido de mar?
??
Marcelo é gente não..
Marcelo é mar..
Mar..


Há pessoas cujas proximidades espirituais são inexplicáveis..
Para Marcelo M. Soriano, poeta menino..
Saravá!!

Nenhum comentário: