quinta-feira, 3 de maio de 2012

O entardecer da aurora



E então sei que entardeço!!!
E nada posso fazer a não ser observar a fuga violenta das horas.. 
- Como são efêmeras essas senhoras!!!
E o que fazer com o tempo
quando gostaria de vê-lo trancafiado, para sempre,  na sala?? 
O passado é mesmo um velho baú cheio de pó 
onde vivem perdidos alguns objetos arcaicos,
Umas poucas lembranças 
E talvez algum infortúnio

E depois de um tempo a gente se vê, diante do espelho e que susto!!!! 
- A quem pertence essa estranha face??
- Ainda ontem tinha outra cara.. 
O tempo passou e eu nem fiz nada. 
Tenho 36 anos 
E ainda me sinto aquela mesma criança levada, 
Correndo no vento.. 
à procura de vaga-lumes.. 

08/04
"Colhe, pois, a sabedoria.
 Armazena suavidade para o amanhã."
Leonardo da Vinci



Nenhum comentário: