quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Poema para o teu sono



Dorme,
que mesmo dormindo sabes mais do que eu..
Tua pele conhece os encantamentos roubados do tempo
Heróis e Polifemos desenham os doces traços do teu rosto..
 
Dorme,
que os teus lábios sabem dizer-me em segredo..
e ainda que não se movam,
eu os vejo como veludos a atiçar meus desejos..

Dorme,
que o teu corpo sabe fluir entre os lençóis
e tu os deixa amarrotados de carinho
e eu, menina nua, coberta de ternuras..

Dorme,
que eu vigio os teus cílios..
e imersa no teu respiro,
guardarei as pétalas e os orvalhos do teu sono..

Dorme,
e não acordes ainda..
que se o sol namorar a persiana,
eu o presentearei com meus olhos.. para que não abras os teus..


foto: d. possamai

Um comentário:

gabrii disse...

Venha fazer parte do movimento: #Por uma cozinha mais divertida!
www.phant.com.br