segunda-feira, 22 de abril de 2013

Poema para o meu desejo




Quero beber da tua saliva,
quero tua mão soletrando meu corpo
(esse corpo já longamente teu)
Quero teu olho grudado em mim
E a tua boca..
Ahhh a tua boca..
Que eu confundo com tamaras e volúpias..

Do teu corpo, amor eu quero a geometria..
Quero envolver-me
Quero agarrar-me
Misturar-me a ti como carne crua..

Dá-me os teus pés e as tuas mãos
Deixa-me ser a água e beba-me,
beba-me em longos goles,
Deixa-me ser tua roupa e vista-me,
Vista-me em tons de nudez.
E por fim, deixa-me ser o ar,
abre a tua janela e respira-me!!!!


Nenhum comentário: