quarta-feira, 7 de maio de 2014

Pretérito




Chega o dia em que tudo vira pó e passado
O dia em que até as antigas lápides morrem engolidas pelo tempo
O tempo - aquele velho caduco!!!

Chega o dia em que já me esqueço de ti e do teu rosto
Em que já não me importam teu nome e os teus versos..
O dia em que não fazem falta tuas mãos e encantos
O dia em que morres afogado no aquário do passado como um submarino náufrago..


Nenhum comentário: