domingo, 10 de julho de 2016

Poeminha do amor desiludido






Desiludiu-se tanto o amor, que se jogou do alto da escada..
Deixou esse monte de coisas inúteis e um pranto que verte vazio.. 
Ficaram também esses três gatos tristes, um piano empoeirado e algumas flores murchas.. 
Há tempos o amor parecia flertar com a morte e, desta vez, sim, a desilusão era intransponível. 
Agora a tristeza era tanta que não suportaria o amor nem as próximas auroras.. 
Quisera partir e, num bilhete estúpido, escrevera seu pequeno legado.. 
"Quis morrer na escada. Carrega contigo a culpa."
E assim se fora o amor. 
Amores desiludidos são como barcos frágeis, cuja única vela, nalguma tempestade se quebrara. 
Amores desiludidos são como as velhas flores que vão morrendo, murchando lentamente.. 




Nenhum comentário: