segunda-feira, 18 de julho de 2016

Poeminha para viver o grande amor




Fechai os olhos e os ouvidos 
Senti os frêmitos ininterruptos do amor 
Como se fossem eles afagos do vento 
Para viver um grande amor há de se ter braços longos para os abraços 
Há de se viver com uma dócil bravura 
E manter a cabeça sempre nas nuvens - a espetacular morada dos amantes 
Para se viver um grande amor há de ser ter doçura e beijos amarelos
É preciso muitas flores, algum chocolate e vários afagos 
Para se viver um grande amor há de ser amante e sobretudo há de se ter uma capacidade infinita de amar, amar além, amar aqui e acolá e não amar ninguém..  



Nenhum comentário: